segunda-feira, 3 de abril de 2017

Brancos

Josefa de Óbidos, Cordeiro Místico (Séc. XVII, Museu de Aveiro)
-
Véstia de linho branco (c. 1670, Museu Nacional do Traje)
-
Jean Ducrollay, Caixa de Rapé (1755-1756, Palácio Nacional da Ajuda)
-
James McNeill Whistler, Symphony in White, No. 2: The Little White Girl (1864)
-
Carlos Bonvalot, Maria (1918, Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado)
-
Theophrastos Triantafyllidis, Woman in white
-
Kazimir Malevich, Suprematist Composition: White on White (1917-1918, Museum of Modern Art - MoMA, New York)
-
Samuel Peploe, White lilies (1923)
-
Tsuguharu Foujita, White cat
-
Yves Klein, Monochrome blanc sans titre (c. 1957)
-
Mary Corse, White diamond (1965)
-
Fábrica da Vista Alegre, Serviço (Séc. XX, Museu Nacional do Azulejo)

4 comentários:

Paula Lima disse...

Como o branco pode ser maravilhoso também! Bom dia!

Mister Vertigo disse...

Uma bela viagem, sendo o meu favorito o trabalho de James Whistler:)
Boa Tarde!

Margarida Elias disse...

Paula Lima - Eu gosto muito de branco. Bom dia!

Margarida Elias disse...

Mister Vertigo - Também gosto muito de Whistler. Boa tarde!